Brigadistas brasileiros e americanos combatem juntos os incêndios florestais

Brigadistas brasileiros e americanos combatem juntos os incêndios florestais

Na luta contra os incêndios florestais que assolam o Brasil, especialmente durante o período de seca, o conhecimento e a união de esforços são essenciais. Pensando nisso, o Jardim Botânico de Brasília (JBB) sedia um curso de capacitação para brigadistas, com a participação de instrutores dos Estados Unidos. O objetivo é aprimorar as técnicas de combate ao fogo e manejo do Cerrado, utilizando ferramentas como motosserras e motobombas.

Compartilhando expertise para salvar vidas e o meio ambiente

O curso, que teve início no dia 2 de julho e segue até o dia 10, reúne cerca de 30 brigadistas de diversas regiões do Brasil, além de especialistas norte-americanos. Através de aulas teóricas e práticas, os participantes aprendem a utilizar as motosserras e motobombas de forma segura e eficaz, otimizando o combate aos incêndios e minimizando os riscos à saúde e ao meio ambiente.

Motosserras e motobombas: armas contra o fogo

Um dos diferenciais do curso é o foco no uso de motosserras e motobombas, ferramentas pouco exploradas no Brasil para o combate a incêndios florestais. No entanto, em países como os Estados Unidos, elas são utilizadas com maestria para criar linhas de defesa e conter o avanço das chamas.

Aprendendo com os melhores

O instrutor líder do curso, Christopher Mark Ivesedo, do Serviço Florestal dos EUA, destaca a importância do intercâmbio de conhecimentos entre os brigadistas brasileiros e americanos. “Compartilhar experiências e técnicas é fundamental para aprimorarmos nossa atuação no combate aos incêndios florestais”, afirma Chris.

Experiência prática no Jardim Botânico

As aulas práticas do curso são realizadas no próprio Jardim Botânico, aproveitando a oportunidade para eliminar espécies invasoras, como os pinheiros. Essas árvores, além de serem um risco de incêndio, competem com as espécies nativas do Cerrado por água, luz e nutrientes.

Um compromisso com a preservação do Cerrado

O curso de capacitação para brigadistas é um importante passo para a preservação do Cerrado, um dos biomas mais ricos e ameaçados do Brasil. Ao aprimorarem suas técnicas e conhecimentos, os brigadistas estarão mais aptos a combater os incêndios florestais e proteger a biodiversidade única do Cerrado.

Informações adicionais:

  • Local: Jardim Botânico de Brasília
  • Data: 2 a 10 de julho de 2024
  • Participantes: 30 brigadistas de diversas regiões do Brasil e instrutores dos Estados Unidos
Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo