Filhotes de pastor alemão reforçam equipe de busca e salvamento do CBMDF

Filhotes de pastor alemão reforçam equipe de busca e salvamento do CBMDF

Quatro filhotes de pastor alemão, Zion, Flash, Duque e Ozzy, se juntaram à equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) para auxiliar nas operações de busca e salvamento. Com apenas quatro meses de idade, os irmãos iniciaram um treinamento de um ano para se tornarem especialistas na localização de pessoas ou cadáveres em matas, escombros e áreas alagadas.

Parceiros de quatro patas

Para muitos, os cães são considerados companheiros fiéis, mas no CBMDF eles assumem um papel ainda mais importante: o de salvar vidas. O olfato aguçado, a audição apurada e a agilidade dos cães os tornam ferramentas valiosas nas operações de busca e salvamento, complementando o trabalho dos bombeiros militares.

Cães com pedigree para o salvamento

Os filhotes, que se juntam aos outros seis cães especialistas do canil do GBS, possuem um pedigree especial: seus pais, Gamboa e Sheik, já atuam nas atividades de busca e salvamento, o que aumenta as chances de que os filhotes também demonstrem aptidão para a função.

Treinamento rigoroso para resultados excepcionais

O treinamento dos cães é rigoroso e leva cerca de um ano. Durante esse período, eles aprendem a seguir comandos, identificar odores específicos e trabalhar em equipe com os bombeiros. A alta taxa de efetividade das operações com cães demonstra o valor inestimável que eles representam para o CBMDF.

Tecnologia canina a serviço da comunidade

No Lago Paranoá, por exemplo, os “militares de quatro patas” são acionados após três dias de desaparecimento de uma pessoa. Eles acompanham os bombeiros nas embarcações e, ao detectarem um cheiro suspeito, latem para alertá-los. Essa capacidade única dos cães permite que os bombeiros localizem as vítimas com mais rapidez e precisão, aumentando as chances de resgate.

Mais do que colegas de trabalho: laços de afeto

O trabalho com os cães no CBMDF vai além do treinamento técnico. Os militares que cuidam deles desenvolvem um forte laço de afeto com os animais. “Eles são grandes parceiros, nossos companheiros de trabalho, e isso nos traz uma sensação muito boa”, afirma o sargento Bruno Albert. “O amor é igual ao de pai e mãe. Não tem como escolher um só. Como a gente acompanha todo o processo para eles estarem aqui, nós criamos vínculos. Eu amo todos”, completa, orgulhoso.

A união entre homem e cão para salvar vidas

A história dos filhotes Zion, Flash, Duque e Ozzy demonstra a importância da parceria entre o CBMDF e a comunidade. Através da doação de cães aptos para o trabalho de busca e salvamento, a sociedade contribui para a construção de um Distrito Federal mais seguro para todos.

Informações para o público:

  • Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal:
  • Como doar um cão para o CBMDF:
    • Entre em contato com o canil do GBS através do telefone (61) 3315-2387.
Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo