Filhote de onça resgatado em Formosa recebe primeiros cuidados no DF

Filhote de onça resgatado em Formosa recebe primeiros cuidados no DF

Hospital e Centro de Reabilitação da Fauna Silvestre é o primeiro da capital a oferecer atendimento público a animais silvestres. Na unidade, felino passa por exames e segue dieta especial

Por Mayara da Paz, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

O filhote de onça resgatado pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) em uma casa localizada na área rural de Formosa (GO) está recebendo os primeiros cuidados no Hospital e Centro de Reabilitação da Fauna Silvestre (Hfaus), primeiro hospital público voltado ao acolhimentos de animais silvestres.

O animal, uma fêmea, foi capturado na segunda-feira (1º), mesmo dia em que deu entrada no Hfaus. No local, o felino está sendo submetido a exames de rotina, como de sangue e imagem, além de estar seguindo uma dieta especial para ganho de peso.

A onça chegou ao hospital pesando 2,8 kg, considerado abaixo da média para o animal, que tem entre 2 e 3 meses de idade. Uma nova pesagem realizada nesta quarta-feira (3) revelou que o filhote já está reagindo à dieta hipercalórica, que conta com leite e comida sólida, e está pesando 3,4 kg. A expectativa é que o peso chegue aos 4 kg ainda nesta semana.

Mesmo com as boas notícias, ainda não há previsão de alta. O mamífero deve ficar no Hfaus até se recuperar completamente. Depois, seguirá para o Centros de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), onde será avaliado para ser reintroduzido em seu habitat natural.

O biólogo supervisor do Hospital e Centro de Reabilitação da Fauna Silvestre, Thiago Marques, ressalta que o trabalho de reintrodução à natureza requer bastante cuidado e estudo. Isso porque, em alguns casos, certos animais não conseguem retomar comportamentos selvagens e, portanto, não conseguiriam se readaptar.

“Quando a gente fala da recuperação de animais selvagens, não é apenas o animal que precisa ser avaliado. O ambiente ao qual ele será reintroduzido também precisa ser estudado previamente para não ocasionar em problemas futuros. O local precisa ser adequado”, explica. Hospital de Fauna Silvestre

Em funcionamento desde fevereiro deste ano, o Hfaus, inaugurado por este Governo do Distrito Federal (GDF), já realizou 398 atendimentos de primeiros socorros e monitoramento de animais resgatados.

A unidade faz a recepção, triagem, transporte, atendimento veterinário, acondicionamento, reabilitação e apoio à destinação da fauna silvestre.

O espaço atende exclusivamente órgãos públicos que realizam, no DF, o trabalho de fiscalização e captura de animais silvestres em situação de risco ou encontrados fora do seu habitat natural, como a Superintendência de Fiscalização, Auditoria e Monitoramento (Sufam) do Instituto Brasília Ambiental; do Batalhão da Polícia Ambiental (BPMA); da Delegacia de Meio Ambiente (Dema/PCDF); e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“Aqui no Hfaus a gente se concentra em fazer o monitoramento de comportamento. É um verdadeiro centro de reabilitação”, relata Thiago Marques.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo