Concerto comemora dia da Independência dos Estados Unidos

Concerto comemora dia da Independência dos Estados Unidos

Apresentação temática da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, com obras de Aaron Copland e Villa-Lobos, está marcada para quinta-feira (4), às 20h, no Teatro Plínio Marques

Por Agência Brasília* | Edição: Carolina Caraballo

Em comemoração ao dia da Independência dos Estados Unidos, celebrado em 4 de julho, e do bicentenário das relações diplomáticas Brasil-Estados Unidos (1824-2024), a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (OSTNCS), a Embaixada Americana e a Casa Thomas Jefferson apresentam o Concerto Americano, nesta quinta-feira (4), às 20h, no Teatro Plínio Marques.

O concerto será regido pela maestra Mariana Menezes, com a participação dos pianistas solistas Virgínia Hogan e Boaz Sharon. Na ocasião, também será apresentado o arranjo para Rhapsody in Blue, em estreia mundial.

Mariana Menezes estudou sob a orientação de maestros de grande renome mundial, como Riccardo Muti (Chicago Symphony Orchestra) e Giancarlo Guerrero (seis vezes premiado com o Grammy como diretor artístico da Nashville Symphony). Ela é regente associada da Orquestra Filarmônica de Goiás desde 2021 e esteve à frente da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), da Orquestra do Teatro Municipal de São Paulo e da Orquestra Sinfônica Brasileira, eentre outras.

O concerto contará também com a participação da pianista solista Virgínia Hogan, que estreou aos 16 anos em uma orquestra profissional
O concerto contará também com a participação da pianista solista Virgínia Hogan, que estreou aos 16 anos em uma orquestra profissional

Já a pianista brasileira-estadunidense Virgínia Hogan iniciou seus estudos musicais na infância com o renomado pianista Arnaldo Estrella e fez sua estreia na orquestra profissional aos 16 anos de idade, em uma performance sob a regência do maestro Isaac Karabtchevsky.

Boaz Sharon é o diretor artístico do Tanglewood Summer Piano Program, tendo atuado também como chefe do Departamento de Música da Universidade de Boston, nos Estados Unidos. O professor é especialista em performance, palestras, artigos e gravações, inclusive de compositores brasileiros.

Repertório

• Fanfarra para um homem comum, de Aaron Copland
• Rhapsody in blue, de G.Gershwin
• Adágio para cordas, de Samuel Barber
• Bachianas 8, de Villa-Lobos

Concerto Americano

• Data – Quinta-feira (4)
• Horário – 20h
• Local – Teatro Plínio Marcos, Eixo Cultural Íbero-americano
• Entrada gratuita.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo