Capacitação gastronômica para pessoas em situação de vulnerabilidade social

Capacitação gastronômica para pessoas em situação de vulnerabilidade social

A Sodexo e o Colégio Marista Asa Norte unem forças em uma iniciativa inspiradora: o programa Cozinha Escola, que visa capacitar profissionalmente e empreender no ramo gastronômico pessoas em situação de vulnerabilidade social. Esta edição especial do curso promete não apenas ensinar técnicas culinárias, mas também empoderar os participantes e proporcionar uma experiência única de solidariedade e aprendizado.

Detalhes da Parceria: Em colaboração com a Associação Cristã Santa Clara, que atua no Setor Santa Luzia, na Cidade Estrutural, o programa será direcionado a indivíduos vinculados a essa organização. Uma novidade desta edição é a participação dos alunos do Colégio Marista Asa Norte como voluntários, permitindo-lhes aprender a organizar e conduzir projetos sociais, visando replicar essa iniciativa no futuro.

Objetivos e Conteúdo: O curso oferece uma abordagem prática e imersiva, cobrindo uma ampla gama de tópicos relevantes para o empreendedorismo gastronômico. Desde o manuseio de alimentos até técnicas de gestão financeira e empreendedorismo, os participantes terão acesso a conhecimentos essenciais para o sucesso no mundo culinário. As aulas serão temáticas, focadas na preparação de alimentos típicos de festas juninas, permitindo que os alunos iniciem a comercialização de seus produtos após a conclusão do curso, justo a tempo para o período festivo.

Impacto Social e Empoderamento: O diretor do Colégio Marista Asa Norte, Luiz Gustavo Mendes, enfatiza o impacto positivo dessa parceria na vida das famílias atendidas e dos estudantes voluntários. O programa não apenas capacita profissionalmente, mas também inspira a prática constante da solidariedade, fortalecendo laços comunitários e incentivando ações altruístas.

Missão da Sodexo: Sérgio Caires, diretor de Escolas & Universidades da Sodexo, destaca a missão central do programa: capacitar os participantes a se tornarem microempresários, permitindo que realizem seus sonhos através do próprio trabalho. O empreendedorismo é reconhecido como uma ferramenta poderosa para promover a inclusão no mercado de trabalho e gerar renda familiar, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas atendidas.

Esta parceria exemplar entre empresas e instituições de ensino demonstra o potencial transformador da educação e do empreendedorismo na promoção da igualdade e no combate à exclusão social.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo