Piscicultura no DF bate recorde com formalização de produtores e apoio da Emater

Piscicultura no DF bate recorde com formalização de produtores e apoio da Emater

A piscicultura no Distrito Federal vive um momento de franca expansão. Em 2023, a produção de peixes na capital atingiu 2 mil toneladas, a maior da história, um aumento de 25% em relação a 2019. Esse crescimento expressivo é impulsionado pela formalização de novos produtores rurais e pelo apoio técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater).

Um mercado promissor para novos produtores

O DF é o terceiro maior mercado consumidor de pescados do país, o que torna a piscicultura uma atividade extremamente promissora para novos produtores rurais. Nos últimos cinco anos, o número de piscicultores na capital cresceu 47,3%, chegando a 919 em 2023.

Emater: suporte essencial para o sucesso da piscicultura

A Emater tem desempenhado um papel fundamental no desenvolvimento da piscicultura no DF. A empresa oferece aos produtores rurais capacitação, suporte técnico e orientação para obtenção do licenciamento ambiental e da outorga de água. Além disso, a Emater incentiva a adoção de novas tecnologias e métodos de produção sustentáveis, como a energia fotovoltaica e o uso eficiente da água.

Formalização: um desafio a ser superado

Apesar do crescimento da piscicultura no DF, ainda há um número significativo de produtores que não estão formalizados. Isso dificulta o acesso desses produtores ao mercado formal e institucional. A Emater trabalha para incentivar a formalização desses pequenos produtores, com o objetivo de fortalecer a agroindústria local e gerar mais empregos e renda.

Gama: líder na produção de pescados

O Gama é a região administrativa do DF que mais produz peixes. Em 2023, a cidade foi responsável pela criação de 555 mil kg de peixes. Um dos maiores piscicultores gamenses é Éber Maia, da Terra Mare Pescados. Maia é o único produtor do DF que exporta peixes para outros estados.

Piscicultura Olimpo: parceria impulsiona o crescimento

A Piscicultura Olimpo, também localizada no Gama, é um dos clientes de Maia. A empresa engorda os peixes juvenis comercializados por Maia para serem abatidos. Essa parceria tem contribuído para o crescimento da produção de ambas as empresas.

Tilápia: um produto de alto valor agregado

A tilápia é um dos peixes mais criados no DF. É um produto de alto valor agregado e com grande apelo do consumidor local. A comerciante Rayane Araújo é uma das clientes que compra tilápia de produtores locais. Ela destaca a qualidade do produto e o preço mais acessível em comparação aos peixes vendidos em supermercados.

A piscicultura no DF: um futuro promissor

Com o apoio da Emater e a formalização de novos produtores rurais, a piscicultura no DF tem um futuro promissor. A atividade contribui para a diversificação da produção agropecuária na capital, gera renda para os produtores rurais e oferece aos consumidores um produto de alta qualidade.

Informações adicionais:

Agro do Quadrado: Criação de pescados bate recorde com formalização de produtores rurais

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo