Wi-Fi Social ultrapassa os 150 milhões de acessos e chega a mais feiras e áreas rurais

Wi-Fi Social ultrapassa os 150 milhões de acessos e chega a mais feiras e áreas rurais

São 119 pontos de conexão gratuita à internet em locais de grande circulação, distribuídos em 24 regiões administrativas do Distrito Federal

Por Ana Paula Siqueira, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

Garantir o acesso da população à internet. Esse é o principal objetivo do Wi-Fi Social DF, projeto do Governo do Distrito Federal (GDF) que leva conexão pública e gratuita a locais estratégicos de grande circulação de pessoas. Já são 119 pontos de conexão em 24 regiões administrativas do DF, responsáveis por mais de 150 milhões de acessos. Só em 2024, mais seis locais passaram a oferecer o serviço.

Este ano, o serviço também foi disponibilizado no Engenho das Lajes e nas feiras permanentes do Núcleo Bandeirante, Setor O, P Norte, P Sul e Guariroba. O programa foi lançado em fevereiro de 2019 e qualquer pessoa que estiver em um dos locais onde o serviço é oferecido pode acessar a rede.

“Presente em mais de 100 localidades, em diferentes regiões administrativas, esse programa impulsiona a inclusão digital e social da população, contribuindo significativamente para um ambiente mais conectado e participativo” Leonardo Reisman, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação

O Wi-Fi Social DF também está presente em espaços como a Rodoviária do Plano Piloto, BRT e Zoológico, além de unidades básicas de saúde (UBS), escolas, bibliotecas, hospitais públicos e praças.

Utilizar o serviço é muito simples. Basta ligar o wi-fi do seu aparelho celular e selecionar a rede que tenha Wi-Fi Social no nome. Aguarde a tela de cadastro e preencha todos os dados. Depois é preciso aceitar os termos de uso, as políticas de privacidade e assistir à publicidade. Feito isso, é só desfrutar do serviço.

Este ano, o serviço também foi disponibilizado no Engenho das Lajes e nas feiras permanentes do Núcleo Bandeirante, Setor O, P Norte, P Sul e Guariroba. O programa foi lançado em fevereiro de 2019 e qualquer pessoa que estiver em um dos locais onde o serviço é oferecido pode acessar a rede.

“Presente em mais de 100 localidades, em diferentes regiões administrativas, esse programa impulsiona a inclusão digital e social da população, contribuindo significativamente para um ambiente mais conectado e participativo”

Leonardo Reisman, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação

O Wi-Fi Social DF também está presente em espaços como a Rodoviária do Plano Piloto, BRT e Zoológico, além de unidades básicas de saúde (UBS), escolas, bibliotecas, hospitais públicos e praças.

Utilizar o serviço é muito simples. Basta ligar o wi-fi do seu aparelho celular e selecionar a rede que tenha Wi-Fi Social no nome. Aguarde a tela de cadastro e preencha todos os dados. Depois é preciso aceitar os termos de uso, as políticas de privacidade e assistir à publicidade. Feito isso, é só desfrutar do serviço.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo