DF chega a 20 tendas de acolhimento à população no combate à dengue

DF chega a 20 tendas de acolhimento à população no combate à dengue

Onze novas estruturas somam-se às nove já em funcionamento; saiba onde elas vão funcionar

Ian Ferraz, da Agência Brasília | Edição: Débora Cronemberger

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai ampliar de nove para 20 tendas de acolhimento à população para o combate à dengue. As estruturas destinadas a tratar pacientes com casos suspeitos da doença vão ser instaladas em 11 novos endereços.As novas instalações começarão a funcionar a partir do fim da próxima semana em Vicente Pires, Varjão, Gama, Taguatinga, Guará, Plano Piloto, Paranoá, Planaltina e Águas Claras. Ceilândia e Samambaia, que já possuem a estrutura, também serão beneficiadas com mais uma tenda de acolhimento, totalizando 20 estruturas no DF.

“Nós tivemos quase 100 mil atendimentos do início de janeiro até agora nos nossos espaços, sejam as UPAS, sejam as UBSs, sejam as tendas, sejam as carretas e o hospital de campanha. Então, isso demonstra toda a dedicação e toda a ênfase do nosso governo, da Secretaria de Saúde e dos trabalhadores da saúde do DF no sentido de acolher e conduzir os casos. A nossa previsão é que nós tenhamos a ampliação de mais 11 tendas, hoje nós temos nove, mas nós vamos ampliar mais 11 tendas, chegando a 20, porque nossa intenção realmente é ampliar esse acesso”, destacou a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio.

As estruturas funcionam das 7h às 19h e contam com equipes de Saúde da Família, incluindo médicos. Os locais têm recebido grande procura da população e o aumento da demanda levou o GDF a ampliar a estrutura. “Isso é fundamental para que a gente tenha um diagnóstico rápido e um cuidado rápido e possamos não perder vidas. Esse é o nosso objetivo: chegar rápido e diagnosticar rápido para nós não termos perdas de vidas”, acrescentou a secretária de Saúde.

 

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Abrir o Chat
1
💬 Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Pular para o conteúdo