Revolução no Mercado Brasileiro: Starlink Lidera Banda Larga por Satélite em 2023

Revolução no Mercado Brasileiro: Starlink Lidera Banda Larga por Satélite em 2023

Em um ano notável, a Starlink, empresa de Elon Musk, conquistou a posição de líder no mercado brasileiro de banda larga por satélite. Em 2023, ela não apenas derrubou a concorrente Hughes do topo, mas também alcançou uma expansão extraordinária, passando de 11,6 mil para 132,95 mil clientes, um aumento de 1.046%. Esses dados recentes, divulgados pela Anatel, destacam a mudança drástica no panorama da internet via satélite no Brasil.

A ascensão da Starlink teve impacto direto nas rivais locais. A Hughes, apesar de se manter no mercado, experimentou uma redução de 10%. Viasat e Telebras também viram seus números diminuírem ao longo do ano. O mercado, antes dominado pela Hughes, agora vê uma nova configuração, com a Starlink representando 35,2% do setor.

Ao entrar no mercado em setembro de 2022, a Starlink desafiou as expectativas ao atrair não apenas clientes existentes, mas também conquistar novos usuários. Em dezembro de 2023, o número total de acessos à internet por satélite no Brasil atingiu 378 mil, evidenciando o impacto significativo da Starlink.

Essa revolução alterou drasticamente as participações de mercado. Em dezembro de 2022, a Hughes liderava com 68%, enquanto a Starlink tinha apenas 5%. Hoje, a Hughes mantém 47,8%, a Viasat 7,7%, e a Starlink, impressionantes 35,2%. Confira a tabela abaixo para uma visão detalhada da evolução do mercado de banda larga por satélite em 2023, com dados fornecidos pelas empresas à Anatel

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Abrir o Chat
1
💬 Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Pular para o conteúdo