Reforma do Bezerrão recebe visita de órgão de fiscalização

Reforma do Bezerrão recebe visita de órgão de fiscalização

Representante do Ministério Público do DF elogia melhorias no estádio e diz que arena está em condições de receber torcedores

Victor Fuzeira, da Agência Brasília | Edição: Igor Silveira

As obras de reforma do Estádio Bezerrão, no Gama, receberam, nesta sexta-feira (6), visita do procurador José Eduardo Sabo, do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). O representante do órgão esteve no segundo maior estádio da capital para fazer uma análise dos serviços de manutenção em execução.

Após a visita, o procurador elogiou as melhorias promovidas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) no estádio. “Nos deixou muito satisfeitos. Eu gostei muito, até porque o Gama faz parte da minha vida profissional e pessoal; sempre que retorno e vejo essa arena em condições de ser utilizada eu fico feliz”, afirmou. “Observamos que há condições de segurança para acesso do público. Isso é muito importante”, completou.

Inaugurado em 1977, o Bezerrão passa pela maior reforma desde sua reformulação, em 2008. Ao todo, o GDF investiu mais de R$ 3,5 milhões na execução de reparos estruturais, recuperação das arquibancadas e do gramado, além da modernização da rede elétrica e do sistema de combate a incêndios.

“A reforma foi dividida em três fases: a primeira fase foi no gramado, na parte interna das arquibancadas, pintura e parte estrutural; a segunda etapa foi para que a gente pudesse receber todos os laudos que tornam o estádio apto a receber público; agora, vamos iniciar a parte estética externa do Bezerrão”, detalhou Renato Junqueira, secretário substituto de Esporte e Lazer.

Mais de 20 mil assentos da arquibancada já foram recuperados

As obras são conduzidas por empresas contratadas pela Secretaria de Esporte e Lazer  (SEL-DF) e pela Companhia Urbanizadora Nova Capital (Novacap). “É um estádio que ficou quatro anos fechado, se tornou um hospital de campanha na época da pandemia, e agora nós estamos na expectativa para que a gente possa reabrir ao público e trazer muito esporte aqui para a cidade do Gama”, apontou Junqueira.

Recentemente, os trabalhadores concluíram a parte de revestimentos dos banheiros e vestiários, desde a substituição das cerâmicas que estavam caindo ou com problemas de patologia até a instalação de dispensers de sabonete e suporte de papéis higiênicos. Mais de 20 mil assentos da arquibancada já foram recuperados.

Reabertura

O Gama, time que tradicionalmente manda seus jogos no estádio, realizará uma partida amistosa comemorativa para a reabertura do Bezerrão, que ocorrerá em breve. “A torcida está muito ansiosa: são praticamente três anos que a nossa casa está fechada. Queremos convocar o torcedor para que compareça ao jogo de abertura”, explica Wendel Lopes, presidente do clube.

O jogo citado pelo cartola reunirá estrelas aposentadas que ajudaram o time a conquistar o título da Série B do Campeonato Brasileiro, em 1998. Antes, haverá uma partida preliminar entre atletas da Escolinha do Gama e o campeão da Brasília Cup.

Inaugurado em 1977, o Bezerrão passa pela maior reforma desde sua reformulação, em 2008 | Fotos: Divulgação/SEL-DF

Para o presidente da Federação de Futebol do DF, Daniel Vasconcelos, a reforma da arena valoriza, ainda mais, um dos times mais tradicionais da capital. “A Secretaria de Esportes está fazendo um grande esforço para dar manutenção aos nossos estádios. O Bezerrão é o maior estádio público que temos e essa reforma significa muito para a capital”, destaca.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo