Gabinete mobiliza efetivo de segurança recorde para o 7 de Setembro

Gabinete mobiliza efetivo de segurança recorde para o 7 de Setembro

Policiamento será reforçado na região central de Brasília, com tropas especializadas e monitoramento por meio de câmeras, drones e serviços de inteligência. Operação será maior do que a posse presidencial de 1º de janeiro

Adriana Izel, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

O Gabinete de Mobilização Institucional criado pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para o 7 de Setembro se reuniu, na tarde desta segunda-feira (4), para tratar das ações de planejamento e coordenação do evento a ser realizado na quinta-feira, das 7h às 12h, na Esplanada dos Ministérios. O encontro ocorreu no Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) com a presença de representantes dos órgãos vinculados ao grupo.

Durante a reunião foi apresentado o Protocolo de Operações Integradas da Semana da Pátria desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) com as ações de segurança, inteligência e mobilidade que visam manter a ordem pública e a segurança dos participantes, de edifícios públicos e das autoridades presentes no evento.

O secretário-executivo de Segurança Pública, Alexandre Patury, revelou que o planejamento foi elaborado há três meses, a partir de uma série de reuniões entre os órgãos do GDF e do governo federal. “Nunca os órgãos do governo federal e distrital estiveram tão juntos. A nossa inteligência é uma só. Nós lutamos por um 7 de setembro de tranquilidade para o público, mas estamos sempre vigilantes”, destacou.

O policiamento durante a solenidade será maior do que o empregado no mesmo evento do ano passado e até durante a posse presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva em 1º de janeiro. “O efetivo é reservado por questão de segurança, mas será maior do que antes. Há uma célula de inteligência com todos os órgãos do DF e do governo federal, além do gabinete instituído pelo governo que tem uma visão mais política”, afirmou Patury.

“As forças de segurança do DF estão empenhadas no planejamento há mais de três meses. Foi feito um trabalho integrado”, disse o comandante-geral da Polícia Militar, Adão Macedo

De acordo com o secretário-executivo, a inteligência das forças de segurança fazem o monitoramento de possíveis ameaças. Até agora, nada foi detectado. “Tudo está mapeado. A SSP-DF avalia todas as informações que chegam, prováveis e improváveis. Até o momento, não registramos nada efetivo e organizado que possa comprometer o 7 de Setembro”, garantiu.

O comandante-geral da Polícia Militar, Adão Macedo, reforçou o trabalho de vigilância. “As forças de segurança do DF estão empenhadas no planejamento há mais de três meses. Foi feito um trabalho integrado”, disse. “Levamos em conta todas as possibilidades. Não desprezamos nada. Posso dizer que o policiamento que será colocado no evento tem condições de fazer frente a qualquer ameaça”, completou.

Protocolo de segurança

O policiamento será reforçado em toda a região central, com empenho de tropas especializadas das forças de segurança do Distrito Federal e monitoramento por meio de imagens de câmeras, drones e informações enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília

O policiamento será reforçado em toda a região central, com empenho de tropas especializadas das forças de segurança do Distrito Federal e monitoramento por meio de imagens de câmeras, drones e informações enviadas ao Centro Integrado de Operações de Brasília.

“É impressionante a estrutura que está sendo montada no 7 de Setembro, tanto de profissionalismo quanto de empenho dos órgãos de segurança pública. Será uma bela festa, onde todos poderão comparecer sem nenhum tipo de medo. São muitos homens e mulheres que deixaram as suas casas para dar segurança a todos nós”, comentou o delegado-geral da Polícia Civil, Robson Cândido.

Além disso, a Força Nacional de Segurança Pública solicitada pelo GDF ao Ministério da Justiça e Segurança Pública também estará à disposição. “Foi acordado entre a vice-governadora Celina Leão e o ministro da Justiça, Flávio Dino. A Força Nacional, inclusive, participou dessa reunião. Será muito bem-vinda e bem-empregada”, defendeu o secretário-executivo de Segurança Pública.

“O Detran vai auxiliar todas as forças de segurança com um contingente expressivo. Serão 100 homens trabalhando desde as primeiras horas, 50 veículos caracterizados e alguns velados. Seis guinchos, seis motos e nossa aeronave de prontidão”Takane do Nascimento, diretor-geral do Detran

Haverá intervenções no trânsito, com o fechamento da Esplanada dos Ministérios para circulação de veículos a partir das 21h de quarta-feira (6), véspera do desfile. “O Detran vai auxiliar todas as forças de segurança com um contingente expressivo. Serão 100 homens trabalhando desde as primeiras horas, 50 veículos caracterizados e alguns velados. Seis guinchos, seis motos e nossa aeronave de prontidão”, anunciou o diretor-geral do Departamento de Trânsito (Detran), Takane do Nascimento.

As vias N3 e S2 terão trânsito livre, assim como o Buraco do Tatu (ligação entre Asa Sul e Norte, próximo à Catedral). O público que se deslocar até o desfile com veículo poderá utilizar os estacionamentos dos anexos dos ministérios, dos setores de Autarquias, Bancário e Comercial. A entrada será pelos blocos B, C e D.

Linhas de revistas serão distribuídas pelos acessos à área do desfile. Entre os itens proibidos estão fogos de artifício, armas em geral ou réplicas, apontador a laser, artefatos explosivos, sprays e aerossóis, mastros para bandeiras e cartazes, garrafas de vidro e latas e substâncias inflamáveis (veja lista com todos os itens ao final).

O acesso à Praça dos Três Poderes será restrito, e prédios públicos serão protegidos por gradis. Equipes de atendimentos de emergência e combate a incêndios atuarão no local, e a 5ª Delegacia de Polícia terá reforço no efetivo. As forças de segurança terão como base a estrutura da Cidade Policial, que será montada ao lado do Museu da República.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) atuará na prevenção de incêndios e contará com equipes de militares especializados em atendimento pré-hospitalar, circulando entre o público para uma resposta mais rápida em caso de necessidade. “Estamos empenhados na festa da democracia com um efetivo de 200 militares, 10 viaturas no local e 330 militares no desfile. Nosso planejamento é esse, mas poderemos atuar com incremento de novos militares. Estamos preparados para qualquer situação”, defendeu a comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Mônica Mesquita.

Operação conjunta

Criado na última quinta-feira (31) por meio de decreto, o Gabinete de Mobilização Institucional é liderado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e composto pelas secretarias de Saúde e de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) e Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

Também atuam como convidados o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ministério da Defesa, Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Senado Federal, Câmara dos Deputados Federal, Supremo Tribunal Federal, Tribunal Superior Eleitoral, Procuradoria-Geral da República, Câmara Legislativa do Distrito Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Brasília de Inteligência (Abin), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) e Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção do Distrito Federal (OAB-DF).

Itens proibidos no 7 de Setembro

→ Fogos de artifício e similares
→ Armas de fogo em geral
→ Latas, copos, garrafas, coolers e isopor
→ Apontador a laser ou similares
→ Artefatos explosivos
→ Sprays e aerossóis
→ Animais em geral, com exceção de cães-guia
→ Bolsas e mochilas com mais de 100 cm na soma das dimensões dos três lados, ou sejam, altura, largura e profundidade
→ Máscaras de qualquer tipo e tamanho, exceto as de proteção facial
→ Mastros confeccionados com qualquer tipo de material para sustentar, ou não, bandeiras e cartazes
→ Malas, pastas, caixas e similares
→ Churrasqueira de qualquer tamanho
→ Barraca e similares de qualquer tamanho ou tipo
→ Drones não autorizados
→ Quaisquer outros itens que possam comprometer a segurança
→ Fogões e similares que utilizem gás e/ou eletricidade
→ Garrafas de vidro e latas
→ Armas de brinquedo, réplicas, simulacros e quaisquer itens que possuam aparência de arma de fogo
→ Drogas ilícitas, conforme a legislação brasileira
→ Substâncias inflamáveis de qualquer tamanho ou tipo
→ Armas brancas ou qualquer objeto que possa causar ferimentos, mesmo que representem utensílios de trabalho ou cultural (tesouras, martelos, flechas, tacos, tacape, brocas)
→ Quaisquer outros itens a serem divulgados, com antecedência mínima de 24h da Operação, pela PMDF e/ou SSP e/ou GDF.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo