Curso vai capacitar servidores sobre gestão de recursos humanos

Curso vai capacitar servidores sobre gestão de recursos humanos

Treinamento promovido pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Administração busca incentivar o uso correto da ferramenta de extração de dados

Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

As primeiras turmas do curso de capacitação em Gestão de Recursos Humanos da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Administração do Distrito Federal (Seplad-DF) do ano de 2023 iniciaram suas atividades nesta segunda-feira (21). As aulas estão sendo ministradas na Escola de Governo do DF (Egov) e destinadas a servidores lotados em mais de 30 órgãos do GDF.

“Nosso objetivo com esses treinamentos é evitar erros. Temos um sistema de gestão de pessoas com mais de 20 anos, por isso, nossa preocupação em revisar procedimentos, capacitar e esclarecer dúvidas para que todos possam desenvolver um bom trabalho, com poucas ou nenhuma falha”, explica o secretário-executivo de Gestão Administrativa, Angelo Roncalli.

As aulas começaram na segunda-feira (21) e serão ministradas até sexta-feira (25). O foco é capacitar os servidores para atuar com “Extrator de Dados do Sistema Único de Gestão de Recursos Humanos (Sigrh) do GDF”, que existe desde 2018. “A ferramenta de extração de dados fornece informações online aos setores de gestão de pessoas e também possibilita monitorar e corrigir informações relativas ao cadastro e pagamento dos servidores”, detalha o chefe da Unidade de Administração da Folha de Pagamento, Paulo Eduardo da Silva.

Avaliação

O curso está sendo ministrado pelas servidoras da carreira de Políticas Públicas e Políticas Governamental Teresa Cristina e Bruna Bessa. “A partir do extrator, o servidor poderá gerar um relatório para que o gestor de alguma secretaria possa saber como está a pasta dele. Além disso, é preciso incentivar a área de gestão a buscar capacitação para produzir melhor”, explica Teresa Cristina.

Ao participar do curso pela primeira vez, o gestor de Estratégias de Políticas Sociais da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Eduardo Castro, elogiou as aulas. “O curso é bom para aprender mais sobre o sistema do GDF e, consequentemente, melhorar o atendimento ao público.”

O curso tem limitação de 25 pessoas por turma e recebeu 95 inscrições para essa edição. A Seplad estuda abrir novas turmas nos próximos meses.

*Com informações da Seplad-DF

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Abrir o Chat
1
💬 Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Pular para o conteúdo