Museu Nacional promove exposição de jardim flutuante nos espelhos d’água

Museu Nacional promove exposição de jardim flutuante nos espelhos d’água

Foram colhidas 10 mil mudas de aguapé para compor o cenário; público pode visitar mostra até 16 de julho

Thaís Miranda, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

Quem passar pelo Complexo Cultural da República João Herculino, que compreende o Museu Nacional da República (MuN) e a Biblioteca Nacional, vai perceber que o local ganhou uma cor em meio ao concreto das estruturas desenhadas por Oscar Niemeyer. A exposição, desta vez, é do lado de fora do MuN: um jardim flutuante. Mais de 10 mil mudas de aguapé foram colhidas no Lago Paranoá e trazidas para dar um charme diferenciado aos espelhos d’água do museu.

“É muito interessante colocar plantas em um ambiente completamente de concreto. As artistas trouxeram um pouco de natureza para perto do desenho de Oscar Niemeyer. É uma obra de arte vegetal”Sara Seilert, diretora do MuN

Trata-se de uma intervenção artística chamada Aguapé, de Gisel Carriconde Azevedo e Isabela Couto, com curadoria de Sissa Aneleh. Este é um projeto artístico concebido e executado majoritariamente por mulheres como parte da 21ª Semana Nacional dos Museus. Um dos propósitos da intervenção é chamar atenção para a saúde dos ambientes naturais e a urgência da discussão climática.

A mostra fica aberta à visitação diária até o dia 16 de julho. A diretora do MuN, Sara Seilert, destacou a importância da intervenção. “É muito interessante colocar plantas em um ambiente completamente de concreto. As artistas trouxeram um pouco de natureza para perto do desenho de Oscar Niemeyer. É uma obra de arte vegetal”, defendeu.

Dentre outros parceiros, as artistas contaram com o apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal para viabilizar o transporte das mudas.

Serviço
– Intervenção: Aguapé
– Autoras: Gisel Carriconde Azevedo e Isabela Couto
– Curadoria: Sissa Aneleh
– Período de visitação: até 16 de julho
– Realização: Museu das Mulheres (DAS) e Museu Nacional da República (MuN)
– Local: área externa do Museu Nacional da República, Setor Cultural Sul, Lote 2, próximo à Rodoviária do Plano Piloto.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo