Professor de Brasília vence Prêmio Educador Transformador na categoria Ensino Superior

Professor de Brasília vence Prêmio Educador Transformador na categoria Ensino Superior

Além do troféu e certificado, os vencedores ganharam uma missão técnica nacional e uma bolsa integral no curso MBA em Educação Empreendedora

Por Douglas Oliveira | AIs Comunicação

 Prêmio Educador Transformador, realizado em conjunto pelo Sebrae, Bett Brasil e Instituto Significare com o objetivo de reconhecer projetos desenvolvidos por professores de todo o país que estão empreendendo uma educação transformadora nas diversas etapas da educação, anunciou na última quarta-feira (10) os vencedores desta primeira edição, que teve quase 3 mil inscritos.

A divulgação dos resultados ocorreu durante a Bett Brasil 2023, maior evento de Educação e Tecnologia da América Latina, em São Paulo (SP), que ocorre desde o dia 9 e vai até 12 de maio.

Na categoria Ensino Superior, o Professor Antonio Carlos Mariz Júnior, de Brasília, venceu com o projeto “Podcast Educacional – Educast IESB”, projeto implantado no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB). “Esse prêmio significa o reconhecimento de um trabalho que inspira muitos estudantes a terem um projeto de vida e um espírito empreendedor”, diz o professor.

Docente há 19 anos, o educador explica que a iniciativa surgiu da ideia de fazer com que os estudantes passassem de receptores de informações para produtores de conteúdo educacional por meio da tecnologia, compartilhando suas experiências pedagógicas. “Assim criamos o EDUCAST IESB, onde eles produzem esse conteúdo e o transformam num produto”, complementa Antonio Carlos.

O projeto consistiu na produção (roteirização, gravação e finalização) de podcasts educacionais criados pelos alunos a partir de suas experiências no campo da Educação, promovendo ainda a inclusão digital (considerando que o conhecimento tecnológico nem sempre está presente como deveria na formação de futuros pedagogos), o empreendedorismo e o empoderamento feminino, já que a maioria dos graduandos em Pedagogia são mulheres.

Além do troféu e certificado, os vencedores ganharam uma missão técnica nacional e uma bolsa integral no curso MBA em Educação Empreendedora (360 horas). Além disso, serão disponibilizadas cinco outras bolsas integrais para as instituições de cada um dos premiados.

Ao todo, quase 3 mil projetos foram inscritos na primeira edição do Prêmio Educador Transformador. Destes, 2.662 avançaram à fase seguinte, que foi a pré-seleção para definição dos 70 finalistas, 14 de cada região do País, o que conferiu ao Prêmio maior representatividade nacional.

O Prêmio Educador Transformador foi criado a partir das sinergias entre duas outras premiações que já eram realizadas na área da Educação: o Prêmio Professor Transformador, promovido pelo Instituto Significare e Bett Brasil; e o Prêmio SEBRAE de Educação Empreendedora.

Todas as informações e atualizações sobre o Prêmio Educador Transformador podem ser acompanhadas pelo site: www.educadortransformador.com.br.

Conheça os demais vencedores:

Educação Infantil – A vencedora foi a Professora Joana Bertoldi, de Brusque (SC), com o projeto “O Desenvolvimento do Pensamento Computacional e o Raciocínio Lógico na Educação Infantil”. O projeto foi aplicado na Escola de Ensino Fundamental Doutor Carlos Moritz.

Ensino Fundamental – Anos Iniciais – A Professora Cláudia Janaína Carneiro, de Campina Grande (PB), foi a vencedora, com o projeto “O Protagonismo Infantil na Efetivação da Agenda 2030 – Estudos sobre Sustentabilidade”. O projeto foi aplicado na Escola Municipal Félix Araújo.

Ensino Fundamental – Anos Finais – O vencedor foi o Professor João Carlos Pereira Braga, de Belford Roxo (RJ), com o projeto “REcoin, o dinheiro que vem do lixo”. O projeto foi aplicado na Escola Municipal José Pinto Teixeira.

Ensino Médio – O Professor Rafael Herdy, de Belém (PA), venceu a categoria com o projeto “Cargo PAVÚ: Uma Solução Inovadora para Organização Inteligente de Mercadorias no Interior de Diversos Veículos”. O projeto foi aplicado na Escola Estadual Marechal Cordeiro de Farias.

Educação Profissional – A Professora Eukennya de Araújo Barbosa, de Recife (PE), venceu a categoria com o projeto “Aproximação do Ensino Técnico às Experiências do Mundo do Trabalho”. O projeto foi aplicado na ETEPAM – Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães.

Educação de Jovens e Adultos – EJA – A vencedora foi a Profa. Elaine Romanha, de Osasco (SP), com o projeto “São tantas emoções”. O projeto foi aplicado no CEU (Centro Educacional Unificado) José Saramago.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Abrir o Chat
1
💬 Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Pular para o conteúdo