Monumentos de Brasília são cobertos pela bandeira LGBTQIA+

Monumentos de Brasília são cobertos pela bandeira LGBTQIA+

Torre de TV, Teatro Nacional, Metrô e outros ficarão com as instalações arco-íris até o dia 11 de julho

Homenageando a data da rebelião de Stonewall, em Nova York, no ano de 1969, o dia 28 de junho é celebrado mundialmente como o Dia do Orgulho LGBTQIA+.

O bar Stonewall Inn foi um local de luta e defesa da comunidade e, no dia 28 de junho de 1969, cansados de serem repreendidos por policiais frequentemente, o público no local deixou de aceitar a abordagem.

Um ano depois, manifestantes celebraram a data da rebelião e chamaram de “Dia da Libertação da Christopher Street”, que era a rua onde o bar ficava situado. O evento é reconhecido como a primeira marcha do Orgulho.

Para homenagear o dia 28 vários pontos turísticos da capital federal ganharam instalações de arco-íris. A ação foi realizada pelo Brasília Orgulho, com produção de Igor Albuquerque e do Birosca.

Torre de TV, Museu Nacional, Teatro Nacional, Metrô-DF, Relógio do Sol no lago do Parque da Cidade. As instalações vão colorir a capital até o dia 11 de julho.

Mas a celebração não para por aí. No próximo Domingo (3/7), acontecerá a Parada do Orgulho de Brasília. A concentração para a marcha acontecerá em frente ao Congresso Nacional, às 14 horas, após dois anos de hiatos por causa da pandemia.

Do Correio

 

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo