Apple é notificada pelo MJ por danos auditivos causados por AirPods

Apple é notificada pelo MJ por danos auditivos causados por AirPods

A Apple foi notificada na segunda-feira (30) pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/MJSP) a respeito da segurança dos seus AirPods, fones de ouvido sem fio da empresa. Isso porque uma criança estadunidense de 12 anos pode ter sofrido sérios danos auditivos pelo uso do aparelho.

Agora, a empresa tem o prazo de 72 horas, a partir de segunda-feira, para dar mais explicações sobre o caso. Segundo o Ministério da Justiça, a Apple deve informar os possíveis riscos dos AirPods e oferecer mais detalhes sobre o processo de fabricação e comercialização do produto.

“Estamos investigando possível defeito e consequente risco à saúde e segurança dos consumidores brasileiros. A intenção é que a empresa aja com transparência e colabore com as autoridades nacionais e internacionais para esclarecimento imediato do caso”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Entenda o caso

Em 2020, os pais do garoto de 12 anos entraram com uma ação judicial contra a Apple nos Estados Unidos. Segundo declarações da família, os AirPods Pro reproduziram o “Alerta Amber”, notificação sonora extremamente aguda criada para avisar sobre o desaparecimento de crianças.

O som, no entanto, rompeu os tímpanos do jovem. Agora, o menino está com perda auditiva permanente no ouvido direito e tem passado por crises de tontura, vertigem, zumbidos e náusea, de acordo com o processo.

Giovanna Fantinato para o Tec Mundo

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo