SENAI anuncia R$ 152 milhões para projetos de inovação na indústria brasileira

SENAI anuncia R$ 152 milhões para projetos de inovação na indústria brasileira

As regras estarão disponíveis na Plataforma Inovação para a Indústria. As empresas terão mais flexibilidade e novos desafios para ajudar a Brasil a ser mais inovador

Já pensou em ter um espaço onde a sua empresa possa anunciar desafios e encontrar parceiros dispostos a desenvolver soluções inovadoras para superá-los? Esse local é a Plataforma Inovação para Indústria, uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que irá disponibilizar R$ 152 milhões para o financiamento de soluções inovadoras para o setor, em seis categorias: Habitats de Inovação, Aliança Industrial, Aliança Agenda Tech, Empreendedorismo Industrial, Missão Industrial e Chamada Regional.

O anúncio da abertura do ciclo de 2022 será realizado nesta quinta-feira (31), às 16h, pelo SENAI. Empresas interessadas em desenvolver pesquisas e projetos em inovação podem acompanhar o evento de forma virtual.

edia_video”> 

O valor anunciado para esse ano é 50% maior que em 2021, quando foi investido R$ 102 milhões para o desenvolvimento de projetos inovadores para a indústria brasileira. Parte do valor usado no financiamento de novos projetos em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias e inovação é aplicado pelo SENAI, parceiros e contrapartida das empresas. Com esse recurso as empresas poderão, a partir do dia 31 de março, inscrever projetos nas áreas automotiva, química, metalmecânica, automação, meio ambiente, tecnologia da informação, farmacêutica, entre outras.

Para o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, investir em pesquisa, tecnologia e inovação é fundamental para o desenvolvimento da indústria brasileira.


“A Plataforma Inovação para a Indústria é uma excelente oportunidade para promover a aproximação entre os pequenos negócios e as médias e grandes empresas. O desenvolvimento de pesquisas traz um novo conceito para indústria, além de tornar a cadeia mais inovadoras e competitivas”, destaca.


A Plataforma Inovação para a Indústria financia o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores, para aumentar a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, além de otimizar a segurança e saúde na indústria.

A partir desse ano, as empresas que desejarem inscrever projetos na categoria Empreendedorismo Industrial deverão escolher entre duas modalidades: Desafio Instituição Âncora e Startup.Tech. A primeira tem como foco principal a apresentação dos desafios de uma média ou grande indústria para submissão de propostas de projetos pelas startups participantes. Já a segunda, apresenta uma lista de soluções tecnológicas das startups como foco na apresentação da chamada, possibilitando que médias e grandes empresas industriais interessadas possam se conectar por meio de chamadas coordenadas pelos Departamentos Regionais do SENAI.

Braço mecânico desenvolvido no Instituto SENAI de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica em São Leopoldo (RS)

Além da conexão com os Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia, a Plataforma também promove a parceria com universidades, empresas industriais, startups e outros centros de pesquisa. As soluções inovadoras podem ser novos produtos, processos ou serviços de caráter inovador, que promovam o aumento da produtividade e competitividade industrial brasileira, ou ainda a otimização da segurança e saúde na indústria.

Para o superintendente de Inovação e Tecnologia do SENAI, Jefferson Gomes, os institutos têm um papel importante no fomento a inovação no país.


“Precisamos estreitar mais esses laços entre empresas e SENAI e criar mecanismos que levem o Brasil ao protagonismo das soluções inovadoras que são criadas e podem ser utilizadas por outros países”, ressalta.


Como participar

A Plataforma Inovação para a Indústria está aberta à participação de empresas do setor industrial de todos os tamanhos, inclusive startups de base tecnológica. Para participar, é necessário enviar a ideia pela página de inscrição, seguindo normas e cronogramas específicos de cada categoria. 

Clique aqui para saber mais sobre o regulamento.

Desde que foi criado, em 2004, a iniciativa já selecionou mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 900 milhões. As propostas escolhidas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de inovação e tecnologia do SENAI. Os projetos resultaram em novos produtos, processos ou serviços de caráter inovador – incremental ou radical, atendendo até hoje mais de 1.200 empresas.

 

Rede Institutos SENAI de Inovação 

A Rede de Institutos SENAI de Inovação foi criada para atender as demandas da indústria nacional. Ela tem como foco de atuação a pesquisa aplicada, o emprego do conhecimento de forma prática, no desenvolvimento de novos produtos e soluções customizadas para as empresas ou de ideias que geram oportunidades de negócios. Os institutos trabalham em conjunto, formando uma rede multidisciplinar e complementar, entre si e em parceria com a academia, com atendimento em todo o território nacional.

A rede é composta por 26 Institutos SENAI de Inovação. Desde a criação, em 2013, mais de R$ 1,2 bilhão foram mobilizados em 1.332 projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). A estrutura conta com mais de 920 pesquisadores, sendo que cerca de 45% possuem mestrado ou doutorado.

Por serem reconhecidos como Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT), os Institutos SENAI de Inovação possuem acesso a diversas fontes de financiamento não-reembolsáveis para projetos de PD&I. Atualmente, 15 institutos compõem unidades EMBRAPII e possuem acesso direto a recursos para financiamento de projetos estratégicos de pesquisa e inovação.

 

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo