PF prende contrabandistas de vinhos que custavam R$ 10 mil a garrafa

PF prende contrabandistas de vinhos que custavam R$ 10 mil a garrafa

Grupo lucrou cerca de R$ 2 milhões nos últimos meses. Chefe do esquema é morador de Caldas Novas (GO). Operação ocorreu em GO, SP e PR

Goiânia – A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (24/2) uma operação contra o contrabando de bebida alcoólica. Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária e 12 mandados de busca e apreensão em GoiásSão Paulo e Paraná.

As investigações começaram em junho de 2021, após a prisão de quatro pessoas que transportavam grande quantidade de bebidas alcóolicas provenientes do Paraguai com destino ao estado de Goiás, desacompanhadas da documentação de importação legal das mercadorias.

O líder do grupo, que movimentou cerca de R$ 2 milhões nos últimos meses, reside em Caldas Novas (GO). Ele possui empresas no ramo de bebidas de alto valor comercial, que são revendidas a clientes com alto poder aquisitivo, mediante encomendas. Cada garrafa chega a custar mais de R$ 10 mil.

 

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Abrir o Chat
1
💬 Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Pular para o conteúdo