Escritório de arquitetura de Brasília ganha prêmio internacional – Capital S/A

Escritório de arquitetura de Brasília ganha prêmio internacional – Capital S/A

O BLOCO Arquitetos foi um dos vencedores do Prêmio ArchDaily Building of the Year 2022.  Apenas dois trabalhos brasileiros foram escolhidos entre os avaliados do mundo inteiro. Foram eleitas as 15 melhores obras de arquitetura de 2020. O projeto para a sede do escritório Julião Coelho Advocacia, no Lago Sul, de autoria do BLOCO, com parceria da Renata Dutra Arquitetura, venceu na categoria Offices.

A concorrência  foi de alto nível. O escritório autor do projeto para o Museu do 11 de setembro em Nova York estava na mesma categoria. O prêmio é oferecido pela Dornbracht, empresa conhecida internacionalmente por seus produtos para cozinhas e banheiros.

Destaque no New York Times

Fundado em 2008 por Daniel Mangabeira, Henrique Coutinho e Matheus Seco, todos formados na UnB, o BLOCO Arquitetos vem colecionando premiações nacionais e internacionais nos últimos anos.

As obras do trio  já foram publicadas em importantes sites e revistas especializados. O escritório recebeu, no ano passado, o Prêmio de Arquitetura Tomie Ohtake Akzo Nobel 2021, de São Paulo.  E o projeto da Casa Vila Rica, na região de chácaras de Sobradinho, ganhou destaque em matéria publicada pelo New York Times com o título “Uma casa que se refugia na savana brasileira”.

Brasília Moderna

Os arquitetos do BLOCO criaram o perfil Brasília Moderna que apresenta uma coletânea de fotos e descrições de edifícios construídos entre as décadas de 1960 e 1980. Obras projetados pela primeira geração de profissionais que trabalharam na cidade.

A iniciativa tem o objetivo de promover a conscientização sobre a importância da preservação e manutenção deste importante acervo. “Tais obras são fonte de aprendizado e inspiração para o nosso trabalho”, conta Mangabeira.

O BLOCO Arquitetos também é um dos membros fundadores do Atelier Piloto. O coletivo promove a interação entre estudantes, profissionais e escolas por meio de palestras e oficinas de projeto. A ideia é estimular o trabalho colaborativo com um objetivo comum: refletir sobre arquitetura e pensar a cidade.

O escritório conta com uma equipe unida e empolgada. “Acreditamos neste trabalho conjunto. Todos têm mérito nestes resultados”, diz Mangabeira. O grupo conta com mais 13 profissionais entre sócios arquitetos e colaboradores.

Por Samanta Sallum do correiobrasiliense.com.br

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo