O Golpista Do Tinder: o que aconteceu com Shimon Hayut?

O Golpista Do Tinder: o que aconteceu com Shimon Hayut?

O documentário O Golpista do Tinder está no topo dos mais assistidos da Netflix mundial e tem gerado debate nas redes sociais. A produção traz depoimentos de vítimas do chamado “Príncipe dos Diamantes”, um homem israelense que se passava por Simon Liev, um milionário russo no app de relacionamento.

O homem, que, na verdade, se chama Shimon Hayut, fingia ser o filho de um magnata de diamantes em Israel e ostentava com viagens e presentes caros. Após alguns meses de romance, o criminoso inventava situações para pedir dinheiro às vítimas.

Ao todo, Shimon Hayut roubou mais de US$ 10 milhões. Mas afinal, o que aconteceu com o golpista do Tinder

Golpista Tinder

O que aconteceu com Shimon Hayut

Em 2015, Hayut ficou dois anos preso na Finlândia por aplicar golpes em pelo menos três mulheres. Já em 2019, o criminoso foi preso por ser pego utilizando passaporte falso na Grécia e foi condenado a 15 meses de prisão em seu país natal, Israel. No entanto, Hayut ficou apenas cinco meses detido com as justificativas de “bom comportamento” e para diminuir a lotação em tempos de pandemia.

Atualmente, Hayut está fora das grades e mantém até mesmo um perfil no Instagram. Na manhã de hoje (7), ele inclusive postou na rede um texto afirmando que contará a sua versão da história. “Se eu fosse uma fraude, por que eu iria aparecer na Netflix? Quero dizer, eles deveriam ter me prendido quando ainda estavam filmando. É hora de as senhoras começarem a dizer a verdade”, ele escreveu por meio dos Stories.

Algumas horas após a publicação, o criminoso fechou o perfil, deixando suas publicações visíveis apenas para os seguidores. Nas fotos, no entanto, era possível ver Hayut em viagens, aviões e restaurantes de luxo.

 

Giovanna Fantinato do TecMundo

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Abrir o Chat
1
💬 Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Pular para o conteúdo