10 dicas para preservar o meio ambiente sem sair de casa!

10 dicas para preservar o meio ambiente sem sair de casa!

As escolhas que fazemos diariamente têm um impacto direto no planeta Terra. A roupa que escolhemos, o tipo de eletrodoméstico, a quantidade de água que gastamos nas tarefas domésticas… a lista é extensa!

Pensando nisso, ao lado de diversos especialistas, reunimos algumas dicas de atitudes simples – e a maioria pode ser feita em casa – para ajudar o meio ambiente. Algumas delas são apenas uma questão de mudança de hábitos. Confira:

1. Separar o lixo

É importante separar os recicláveis do lixo doméstico. A professora de engenharia da Uniderp, Marjolly Shinzato, explica que quando existe uma política de reciclagem, os resíduos vão para cooperativas e não para aterros sanitários. Portanto, recicle!

2. Atenção para lavar a louça

Deixe os utensílios mais sujos na pia para poderem acumular água durante a lavagem dos outros itens. Na hora de enxaguar a louça, molhe o máximo de itens possível.

3. Use a esponja certa

Na hora de lavar a louça, atente-se para escolher a melhor esponja para cada objeto. “É necessário lavar as panelas com uma esponja específica, conforme o seu material de fabricação e, depois, usar um pano seco para remover qualquer resíduo que tenha ficado”, comenta o biomédico Roberto Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria.

Economizar água em casa é bom para o meio ambiente e para o seu bolso. — Foto: Pixabay

Economizar água em casa é bom para o meio ambiente e para o seu bolso. — Foto: Pixabay

4. Quando possível, feche a torneira

A equipe de conteúdo da plataforma Menos1Lixo indica se atentar em quais momentos a torneira da pia, do banheiro e do chuveiro estão ligadas enquanto você está fazendo outras atividades e perceba quanto de água você pode economizar no dia a dia. A economia é benéfica para o meio ambiente e o bolso!

5. Reutilize água da máquina de lavar

Nina Marcucci, líder de conteúdo da Menos1Lixo, indica reutilizar a água da máquina de lavar para limpar a casa. Coloque um galão com mangueira ligada à saída da máquina ou reserve alguns baldes antes de iniciar a centrifugação.

6. Conte com a tecnologia

Baixe aplicativos que ajudam a medir o impacto no meio ambiente para ser mais consciente em relação às suas escolhas. O app Casa Virtual mede o consumo de energia no lar; o Green Tips contém dicas – em inglês – para reduzir o consumo e a emissão de carbono; o Rota da Reciclagem mostra pontos de coleta de lixo reciclável; e o Sai Desse Banho dispara um alarme após determinado o tempo no banho.

7. Evite sacolas plásticas

Nos lixos e cestos da casa, Lori Vargas, responsável pela primeira loja lixo zero do Brasil, indica usar sacos de papel, como os de pão, ou sacos de papel craft no lugar. Para recolher o cocô do cachorro, opte por folhas de jornal ou papel higiênico

Nos locais à granel, é possível levar os próprios potes de casa ou usar sacolas de papel ou de pano para embalar os produtos — Foto: Maria Orlova/Pexels

Nos locais à granel, é possível levar os próprios potes de casa ou usar sacolas de papel ou de pano para embalar os produtos — Foto: Maria Orlova/Pexels

8. Compre alimentos à granel

Para evitar sacos de embalagens, opte por comprar em locais à granel e leve seus próprios potes. A dica é da Lori, que relembra ainda que alguns estabelecimentos dão um desconto quando não usamos a sacola plástica.

9. Regue as plantas com consciência

Nos dias mais quentes, opte por fazer a rega pela manhã ou de noite, para evitar a perda de água por evaporação. No inverno, o ideal é regar dia sim, dia não.

10. Aposte em plantas nativas

Cerca de 90% de plantas usadas em projetos de paisagismo não são nativas, segundo dados da Lista Nacional Oficial de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção, produzida pelo Centro Nacional de Conservação da Flora do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A prática é prejudicial ao meio ambiente, pois, espécies vindas de fora podem atrapalhar o crescimento da vegetação nativa, e demandam rega intensiva, gastando mais água.

Compartilhe:

Alvaro Maciel

Deixe um comentário

Pular para o conteúdo